7.9.08

dinheiro, uma grande pressão seletiva

nem sempre a idéia do infanticídio é divertida como ilustrada pelo genial bill waterson.
o infanticídio é um comportamento que podemos considerar hediondo, mesmo que ocorra naturalmente.
biologicamente o infanticídio é caracterizado como a morte de um indivíduo jovem dependente causado por um co-específico, isto é, um indivíduo da mesma espécie. isto é geralmente associado a casos em que o macho ou a fêmea quer aumentar seu fitness*, tendo diversas explicações para o ato.
no caso dos próprios pais matarem a cria é um sinal de que não há bem-estar suficiente, sendo esta situação comum em animais estressados em cativeiro ou mesmo em nossa espécie, podendo ser expressa em psicopatologias e distúrbios comportamentais que levem ao resultado infanticida.

estou falando deste tema pois hoje saiu nos noticiários o caso de dois irmãos que foram asfixiados e esquartejados pelo pai e madrasta. os meninos, de 12 e 13 anos, fugiram de casa e moravam em um abrigo.
os meninos foram levados pra delegacia e depois encaminhados ao conselho tutelar. o resultado é que foram levados pra casa contra a vontade. eles queriam ir para o abrigo em que viveram no último ano, mas foram levados pra casa, onde eram maltratados. lá, a vida findou para eles.

a mãe havia deixado os filhos sob tutela do pai por falta de condições financeiras.
não conheço o estresse que a falta de recursos econômicos pode causar, mas é triste pensar que o dinheiro tenha se tornado, em nossa sociedade, numa pressão seletiva tão significante e trágica.

*fitness: brevemente, é um termo biológico que indica a probabilidade de um determinado genótipo ter sucesso biológico, ou seja, estar presente na população mundial (pool genético) daqui a várias gerações.

fontes consultadas:
- infanticide and maternal offspring defence in european rabbits under natural breeding conditions, de heiko g. rödel, anett starkloff, amando bautista, anne-christin friedrich e dietrich von holst, ethology (2008)
- the zoos forum handbook, uk department for environment, food and rural affairs (2007)
- pai e madrasta matam e esquartejam dois meninos em ribeirão pires, kleber tomaz e joão pequeno, folha cotidiano (2008)

3 comentários:

ligia disse...

também sinto muitíssimo por isso... parece que pra todo lado que olho, só vejo sociopatias... tem alguma coisa muito fora do lugar...
tô querendo encontrar o meu...

Anônimo disse...

testando pra ver se eu consigo postar

Carlos Hotta disse...

Glenn,

tem o dinheiro e o stress, animais sob stress fazem as coisas mais inimagináveis sob condições normais.

Ah, estamos de olho no seu blog! Continue o ótimo trabalho!