16.4.15

CTNBio e suas brechas contra o bem-estar social

Melgarejo e Nodari são dois dos poucos membros da CTNBio que prezam pela precaução, frente a informações sobre os riscos potenciais dos organismos geneticamente modificados (OGMs).

Dr. Melgarejo, membro do Ministério do Desenvolvimento Agrário, rebatendo comentários de lobistas da indústria transgênica na audiência pública do MPF sobre as sementes resistentes ao agrotóxico 2,4D da Dow Agrosciences de 12/2013. No final do video, o Dr. Nodari, membro da CTNBio, comenta sobre a farsa da CTNBio e dos membros daquele orgão ligado a Monsanto.
Posted by Brasil sem Monsanto on Sábado, 11 de abril de 2015

O vídeo foi na ocasião da audiência pública sobre a liberação de OGMs resistentes ao 2,4D.
Recentemente o Grupo de Estudos em Agrobiodiversidade (GEA), do NEAD (Núcleo de Estudos em Agricultura e Desenvolvimento) do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário) protocolou na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) um dossiê sobre os perigos dessa liberação. (leia mais no site da AS-PTA)

As denúncias sobre o funcionamento desta Comissão me faz remeter a nota de repúdio do Fórum Nacional de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos, coordenado pelo Ministério Público. O documento está disponível no site do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA).

Nenhum comentário: